É hora de começarmos a perceber para onde vai o Android. A próxima versão do sistema operativo móvel da Google chama-se Android Q e já está disponível em versão beta, para programadores, sendo que as novidades em destaque são maioritariamente funcionais, colocando o principal foco na privacidade.

Nesta versão do Android é possível limitar a utilização do GPS por parte das aplicações que mantém instaladas, fazendo com que estas possam localizá-lo apenas quando está a dar-lhes uso, ao contrário do que acontece atualmente. Adicionalmente, é possível restringir o acesso destas aos seus ficheiros de media e às informações mais sensíveis do equipamento, como é o caso do IMEI.

Fora isso, destacam-se ainda os Sharing Shortcuts, que permitem alternar rapidamente entre diferentes aplicações, de forma a facilitar a partilha de conteúdos entre elas.

 As aplicações vão poder acionar menus de controlo sobre definições do equipamento quando estes forem necessários para ajustar detalhes relativos a funcionalidades da app - falamos de ativar o Wi-Fi, por exemplo, quando este é necessário para concretizar uma tarefa.

O Android Q vai também suportar o formato de vídeo AV1 e comunicações de baixa latência com aparelhos MIDI. Adicionalmente, a Google garante que este SO vai ser capaz de abrir aplicações mais rapidamente sem necessitar de muita memória.

O Android Q já pode ser testado pelos utilizadores inscritos no programa de utilizadores beta da Google. No entanto, nesta fase, o sistema operativo só pode ser instalado em equipamentos Pixel ou em equipamentos com emulador Android, decarregando as últimas imagens de sistema através do SDK Manager no Android Studio.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.