A Razer pretende expandir o seu portfólio para além do gaming e apresentou o novo Blade 15 Studio Edition, uma supermáquina focada nos profissionais, nos engenheiros de som ou artistas de efeitos visuais que desejem deslocar-se, levando literalmente o estúdio atrás.

O portátil destaca-se pelo seu novo processador Intel i7-10875H de 10ª geração de oito núcleos, prometendo velocidades de relógio a 5,1 Ghz, suportado pela tecnologia Intel Thermal Velocity Boost. Tem ainda uma gráfica profissional, a NVidia Quadro RTX 5000 com 16 GB de memória GDDR6. Hardware que salienta a performance do ecrã tátil OLED de 15,6 polegadas com resolução de 4K, que foi calibrado de forma personalizada. O ecrã promete oferecer uma taxa de refrescamento abaixo do 1ms, ideal para quem trabalha em animação e videojogos, afirma a fabricante.

Para além de suportar carregamento por USB-C, o Razer Blade 15 Studio Edition tem um leitor de cartões SD UHS-III, para transferências mais rápidas de fotografias e vídeos das câmaras fotográficas. Tem ainda suporte a ligações Bluetooth 5.1 e USB-C com Thunderbolt 3. O computador está protegido por um painel de vidro Gorilla, prolongando a sua durabilidade física.

"Se há alguns anos atrás me perguntasse a mim próprio se seria possível realizar um projeto de animação CG tão avançado como o Battlesuit num portátil e remotamente – provavelmente teria pensado que estava a ficar maluco," disse Hasraf “HaZ” Dulull, Diretor e Produtor do Battlesuit. “Hoje, ferramentas como o Unreal Engine, quando alimentadas pelo poder de renderização de uma GPU NVIDIA num portátil Blade, permitem que cineastas como eu ultrapassem os limites da narrativa em ficção científica sem quaisquer restrições, permitindo que realize a minha visão, independentemente de quão louca seja minha imaginação.”

O Razer Blade 15 Studio Edition vai chegar em breve à europa a começar nos 4.599 euros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.