Depois de reportadas várias anomalias pelos utilizadores, a Nintendo já tomou uma posição quanto às reparações da consola. Tendo tido acesso a um documento interno da empresa, o VICE revela que a Nintendo não vai cobrar aos clientes o custo das reparações dos Joy-Cons, que até agora precisavam de pagar cerca de 40 dólares, ou comprar um novo Joy-Con por 80. Por outro lado, não será pedido aos clientes o comprovativo de compra na hora do arranjo.

No âmbito da nova política, os clientes que já pagaram pelas reparações vão ver esse valor reembolsado, não sendo solicitada a garantia.

Entretanto, o site tentou obter reações da Nintendo, que não confirmou se as reparações vão passar a ser gratuitas ou não, admitindo apenas que está "ciente de relatos recentes sobre alguns Joy-Cons não estarem a funcionar de forma correta". Nesses casos, a empresa incentiva os utilizadores a entrarem em contacto com a Nintendo através da sua página de suporte.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.