A Microsoft quer a Apple perca o direito exclusivo de utilizar o termo App Store, utilizado para designar a loja de aplicações para os dispositivos da empresa de Steve Jobs

De acordo com a Microsoft, o termo App Store, não deveria pertencer a uma única empresa, como é o caso actual em que é detido pela Apple, pois há várias empresas que estão a lançar lojas de aplicações semelhantes e não o podem utilizar.

A multinacional fundada por Bill Gates argumenta que a expressão é um termo demasiado genérico, composto por palavras comuns, e que se tornou nos últimos tempos um conceito que define algo utilizado no quotidiano por muitas pessoas, daí não deveria ser exclusiva da Apple.

O termo App Store foi registado pela empresa de Steve Jobs em 2008, quando foi lançado o primeiro modelo do iPhone.

Desde então o sucesso do projecto foi tão grande que várias fabricantes começaram a lançar iniciativas.

SOL

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.