De acordo com a noticia do jornal Sol, a querela entre o governo indiano e a Research In Motion (RIM), criadora do BlackBerry, continua sem fim à vista.

O mais recente episódio está a ser avançado pelo Wall Street Journal, que cita um responsável indiano.

De acordo com a fonte do diário norte-americano, desta vez o executivo indiano está a pedir às empresas cujos funcionários utilizem BlackBerry para que seja concedido o acesso às comunicações dos dispositivos, sempre que necessário.

O responsável revela ainda que até ao final de Janeiro os serviços dos smartphones da RIM podem vir a ser bloqueados, caso as questões de segurança relativas ao BlackBerry não sejam resolvidas.

Fonte: Sol

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.