Nas últimas semanas temos assistido a uma verdadeira "corrida" a Marte,  Depois de a China e de os Emirados Árabes Unidos terem lançado com sucesso as suas primeiras missões com destino a Marte, é a vez da NASA preparar o lançamento do rover Perseverance, preserverança em português, para o Planeta Vermelho a partir do Cabo Canaveral, nos Estados Unidos. O veículo de exploração vai partir à “boleia” do foguetão Atlas V pelas 12h50 (hora de Lisboa).

A missão tem por objetivo recolher novas amostras do solo de Marte, mas estas só vão ser enviadas para estudo para a Terra em 2031, dez anos depois de o engenho aterrar no “planeta vermelho”.

A cobertura em direto do lançamento começa às 12h e pode ser acompanhada através do website da NASA, e através das páginas da Agência Espacial Norte-Americana no YouTubeTwitterFacebookLinkedIn ou Twitch. Se tem um headset de realidade virtual da Oculus pode ainda observar o lançamento através de realidade virtual. Se por razões técnicas ou meteorológicas o lançamento for abortado, a janela de oportunidade mantém-se aberta, diariamente, até 15 de agosto.

Quando o Perseverance partir com destino ao Planeta Vermelho levará consigo três pequenos chips que contêm os nomes de 10,9 milhões de pessoas. Embora todas as vagas já tenham sido preenchidas para esta missão, mas ainda poderá marcar uma reserva e assegurar que o seu nome é enviado numa próxima missão no website do Send Your Name to Mars.

Para assinalar a data com “pompa e circunstância” pode também colocar-se no papel de um explorador marciano e tirar umas quantas selfies em Marte através da Mars Photo Booth da NASA e partilhá-las nas redes sociais com o #CountdownToMars. Pode também usar os novos filtros de realidade aumentada do Facebook e do Instagram para se colocar aos comandos da missão ou até para explorar o rover ao detalhe.

Uma nova jornada de exploração no Planeta Vermelho

Depois do lançamento hoje, o robot Perseverance tem uma viagem de sete meses e chegará a Marte a 18 de fevereiro de 2021, aterrando na cratera Jezero, onde terá existido um lago há 3,5 mil milhões de anos e a foz de um rio.

O rover Perseverance está a ser preparado para as exigências de uma missão todo o terremo. Já ganhou pernas e rodasum braço até um helicóptero. Depois de ter treinado os “moves” para a futura viagem de exploração, o Perseverance passou no primeiro teste de condução e, mais recentemente, aprendeu a manter-se equilibrado.

Apesar de inóspito, Marte é considerado o planeta do Sistema Solar mais parecido com a Terra. As estruturas geológicas demonstram que terá existido água líquida em quantidade significativa no planeta, um elemento fundamental para a vida tal como se conhece.

Como é que o rover vai recolher amostras por terras marcianas? A NASA explica que, graças a uma perfuradora na extremidade do braço robótico, o veículo vai perfurar o solo e obter amostras que serão armazenadas em tubos no seu interior. Após recolhê-las, vai colocá-las na superfície para recolha.

De seguida, o lander recorrerá ao Sample Fetch Rover e Transfer Arm para fazer a transferência das amostras para um foguetão e para o Mars Ascent Vehicle, utilizado para transportá-las do planeta para o espaço. A fase final da missão acontecerá em 2026, altura em que será lançado um Orbiter em direção a Marte. Ao chegar ao Planeta Vermelho, receberá a carga de amostras e projetá-la-á em direção à Terra, onde se prevê que chegue em 2031.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.