Depois do lançamento no dia 21 de junho, alguns utilizadores portugueses que fizeram o pré- registo começaram a receber o aviso de disponibilização da app Harry Potter: Wizards Unite no sábado, mas há quem só agora esteja a ser notificado para fazer o download em Android e iOS.

Só nas primeiras 24 horas foram feitos mais de 400 mil downloads, e no Android a app já ultrapassou a fasquia do 1 milhão, o que não é muito impressionante para uma aplicação blockbuster como o novo jogo de realidade aumentada da Niantic. Mais relevante é o valor dos gastos in app divulgado pela Sensor Tower, que refere que só no primeiro dia foram gastos mais de 300 mil euros na aplicação, e que estima que a rentabilidade pode chegar aos 400 a 500 milhões no primeiro ano.

 O jogo tinha sido lançado anteriormente em versão beta, mas apenas na Austrália e na Nova Zelândia, com uma mecânica semelhante ao Pokémon Go, mas com maior complexidade e grafismos mais trabalhados., inspirado pelo universo de J. K. Rowling.

A app apresenta personagens e criaturas tanto do universo Harry Potter como dos filmes da série "Monstros Fantásticos". Os jogadores tornam-se novos recrutas de uma nova Força Especial que tem de capturar criaturas e objetos mágicos que fugiram do mundo dos feiticeiros, na sequência de um evento conhecido como "Calamidade".

Tal como em Pokémon Go, também produzido pela Niantic, Harry Potter: Wizards Unite é um jogo de realidade aumentada baseado em localização, que faz com que os utilizadores se desloquem pelo exterior à procura de objetos virtuais.

As primeiras queixas já se fizeram sentir, com alguns utilizadores a reclamarem um consumo elevado de bateria - que aliás já existia no Pokémon Go. A versão em português do Brasil também não agrada a todos os utilizadores que cresceram com os filmes e livros onde toda a linguagem é diferente. Por exemplo o nome para as pessoas não mágicas é Muggles enquanto na apps são chamados do "mundo dos trouxas". Neste caso a solução é mudar a língua para inglês.

A app está disponível gratuitamente e pode ser descarregada para iPhone e iPad na App Store e para smartphones e tablets Android na Google Play.

 Para 2019 a Niantic tem previstas mais apostas de peso em jogos em realidade aumentada, nomeadamente Dragon Quest e Minecraft Earth.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.