Quando a Google introduziu os alertas SOS no Maps, ofereceu informações vitais aos utilizadores apanhados no meio de catástrofes e zonas de crise. A aplicação vai ser atualizada para oferecer um contexto visual e incluir direções para conduzir os utilizadores para os locais assinalados como seguros. Este sistema de navegação de emergência vai atualizando as pessoas sobre o estado das emergências, modificando a rota em tempo real, caso seja necessário, como por exemplo para fugir a inundações assinaladas no caminho.

preocupação da Google é oferecer a informação mais detalhada possível aos utilizadores, mas ao mesmo tempo simplificando, para que possa ser digerida enquanto conduz. Assim, para compreenderem melhor a escala dos desastres naturais, a aplicação mostra o rastro e o caminho do cone de um furacão, a área afetada por um terramoto e previsões de inundações. Para tal, as informações ficam disponíveis através de cartões que disparam quando estão nos respetivos locais.

Também a aplicação de Search irá disponibilizar estas informações, caso os utilizadores procurem as respetivas palavras-chave na pesquisa, considerando o local onde se encontram. Os utilizadores podem ainda utilizar o Google Maps para pedir ajuda. Poderá alertar amigos e familiares sobre o local onde se encontra, através do respetivo cartão de crise seja por 15 minutos ou até que decida parar de partilhar. Poderá identificar e reportar bloqueios na estrada através da ferramenta de trânsito, além de poder confirmar se o caminho assinalado está ou não bloqueado. Por fim poderá partilhar o estado de emergência do local onde se encontra.

 A Google revela que esta atualização irá chegar nas próximas semanas para Android, iOS e Web. As visualizações de inundações vão ser estreadas na cidade de Patna, na Índia, e depois nas regiões de Brahmaputra e Ganges.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.