A cápsula da SpaceX que, a partir do próximo verão, deverá começar a transportar os astronautas da NASA para a ISS - e que num futuro mais a prazo poderá colocá-los em órbita noutros locais do universo - já se encontra no topo de um foguetão Falcon 9, nos últimos preparativos para o seu primeiro teste.

O voo de demonstração esteve inicialmente marcado para 17 de janeiro, mas acabou por ser adiado, diz-se, por questões técnicas, e deverá acontecer no próximo mês.

No voo de demonstração, ainda sem pessoas a bordo, a Crew Dragon terá de mostrar que “sabe” como se ligar automaticamente à ISS, entre outros procedimentos. Ao mesmo tempo, é analisado o correto funcionamento dos sistemas de suporte à vida.

A intenção é recuperar essa mesma cápsula para realizar, posteriormente, outros tipos de teste. Se tudo correr como planeado, o primeiro voo tripulado deverá acontecer no verão.

Mas o própro Elon Musk admitiu que há riscos inerentes, numa resposta no Twitter a um comentário sobre o countdown para o teste. "Sim, será extremamente intenso. Os primeiros voos são especialmente perigosos, uma vez que há muito hardware novo envolvido".

Pode conhecer melhor o projeto Crew Dragon da SpaceX no site oficial.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.