Desta vez o fenómeno que faz com que a Lua Cheia esteja 14% maior e 30% mais brilhante foi visto nas noites de 6 para 7 e de 7 para 8 de maio, em várias latitudes, com direito a transmissão pela Internet. E voltou a atrair fãs da astronomia e da fotografia, como já tinha acontecido na primeira Super Lua Cheia do ano, em março e na segunda, em abril.

Em Portugal a melhor hora para a observação foi indicada pelo Observatório Astronómico de Lisboa (OAL) , que partilhou o calendário no seu site . No dia 6, a melhor altura para observar a Super Lua era logo no nascimento , quando estava mais perto do horizonte, o que aconteceu pelas 19h35 em Lisboa, 19h36 no Porto, 19h34 em Coimbra, 20h00 no Funchal e 19h43 em Ponta Delgada.

Já no dia 7, o momento surgiu mais tarde, pelas 20h50 em Lisboa, 20h53 no Porto, 20h50 em Coimbra, 21h11 no Funchal e 20h58 em Ponta Delgada.

Em alguns locais, também em Portugal, a observação foi afetada pelas nuvens, mas ainda assim as imagens que circulam online têm o encanto habitual.

O telescópio virtual do Observatório Astronómico Bellatrix, em Itália transmitiu o vídeo em direto a partir de Roma, numa emissão que começou às 19h30, hora de Lisboa.

Clique na galeria para recordar as Super Luas Cheias de 2020

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.