Desde a entrada em vigor, em Outubro de 2010, da lei anti-descargas francesa, as autoridades gaulesas já enviaram 400 mil avisos, segundo avança o jornal SOL.

A lei prevê que ao terceiro aviso, se o utilizador não deixar de fazer downloads ilegais, a sua ligação à Internet será cortada ou pagará uma multa de 1.500 euros.

De acordo com o jornal francês Le Figaro 3.500 pessoas receberam dois avisos, sendo que o terceiro aviso seguiu para poucas dezenas de utilizadores.

Embora a lei esteja a ser aplicada, o juiz que supervisiona este sistema reconhece a lentidão do mesmo, que é, nas suas palavras, «rústico e pouco automatizado».

No que respeita aos utilizadores que receberam o terceiro aviso, até agora nenhum foi presente ao juiz, até porque nem sempre é claro que o internauta tenha cometido um crime.

A legislação já foi criticada pelo próprio presidente francês, Nicholas Sarkozy, mas o mesmo referiu que esta não será alterada a não ser quando existir uma alternativa melhor.

SOL

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.