Sem experiência política, a irmã do ex-primeiro-ministro da Tailândia venceu ontem com maioria absoluta as eleições legislativas. Com este resultado, o "clone" de Thaksin deverá governar sem grandes dificuldades.

Com 265 dos 500 lugares, o Puea Thai - Partido para os Tailandeses - conquistou, ontem, uma clara maioria nas eleições legislativas, confirmada esta segunda-feira pela Comissão Eleitoral após o apuramento de todos os votos.

Abhisit Vejjajiva, o actual chefe do Governo, que representa o Partido Democrata, elegeu apenas 159 assentos parlamentares.

A vitória da oposição já foi reconhecida por Vejjajiva. "O resultado é claro: o Puea Thai venceu as eleições e os Democratas foram derrotados", admitiu, convidando, em seguida, Yingluck Shinawatra a ser a primeira mulher tailandesa a formar governo.

Estas eleições eram consideradas essenciais para afastar a Tailândia da espiral de violência política e reduzir o abismo que separa as elites urbanas da população rural menos favorecida, fiéis a Thaksin, no exílio há cinco anos após o golpe de Estado que o afastou do poder.

Yingluck, com 44 anos, é licenciada em Ciência Política pela Universidade de Chiang Mai e graduada em Administração Pública pela Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos. A de agora em diante primeira-ministra da Tailândia prometeu, durante a campanha, retomar as políticas de melhoria das condições de vida dos mais pobres, introduzidas por Thaksin - como o concessão de crédito barato e o acesso a cuidados de saúde.

Yingluck é descrita pelo irmão como sendo o seu clone.

@SAPO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.