Não se registaram mortos, mas uma pessoa permanecia em estado crítico na sequência do tiroteio em Bogalusa que se registou pelas 21:15, hora local.

As pessoas estavam concentradas num local isolado para recordar Dominique James, um negro de 30 anos que estava desaparecido há vários dias antes de ser encontrado morto em 08 de maio no interior do seu veículo numa floresta.

“Um carro passou pelo local e do seu interior foram disparados tiros, é o que podemos dizer”, indicou à agência noticiosa AP o major Troy Tervalon, responsável policial de Bogalusa. Ainda não foram efetuadas detenções.

A família de James pediu às autoridades locais autorização para um serviço fúnebre legal, que foi recusado devido às medidas de confinamento em vigor para combater a pandemia da COVID-19, indicou Tervalon.

A celebração da noite de sábado juntou pelo menos 150 pessoas, na maioria amigos de Dominique James.

A sua morte está a ser considerada um homicídio, mas Tervalon disse que não pretendia acrescentar mais detalhes.

Bogalusa, uma cidade com cerca de 12.000 habitantes, situa-se a 113 quilómetros de Nova Orleães.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.