Segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla inglesa) dos Estados Unidos, a velocidade do vento já alcançou os 110 quilómetros por hora e o “olho” da tempestade está situado 150 quilómetros a leste-sudeste de Jacksonville (noroeste da Florida) e 400 quilómetros a sul-sudoeste de Myrtle Beach (Carolina do Sul).

No domingo, a tempestade foi contornando a costa leste da Florida, com ventos e chuvas intensas, que causaram cortes de energia e derrubaram várias árvores, depois de ter tocado, no dia anterior, a ilha de Andros, nas Bahamas, como furacão, e passado próximo de Porto Rico e da República Dominicana, onde deixou pelos menos dois mortos.

Atualmente, o furacão Isaías está a mover-se em direção a norte a uma velocidade de 20 quilómetros por hora, com os ventos a estenderem-se desde o seu centro com rajadas de até 205 quilómetros por hora.

O NHC emitiu já um alerta de furacão numa área entre o rio South Santee, na Carolina do Sul, e Surf City, na Carolina do Norte, tendo retirado a advertência de que se tratava apenas de uma tempestade tropical para a Florida.

Segundo o padrão da trajetória, o centro do Isaías vai avançar sobre o oceano Atlântico até ao Estado da Geórgia, para se aproximar, à noite, das costas do nordeste da Carolina do Sul e do sul da Carolina do Norte.

Depois, o “olho” do furacão seguirá para o interior do leste da Carolina do Norte e, terça-feira, passará pelos Estados da franja central do litoral leste, atingindo, na noite desse dia, o nordeste dos Estados Unidos.

Segundo as previsões do NHC, depois de entrar em terra firme nas duas Carolinas, o furacão Isaías deverá começar lentamente a enfraquecer.

O NHC adiantou também que, assim que o furacão chegar a terra, as chuvas, ventos e rajadas ciclónicas, em conjugação com marés altas, vão provocar uma subida do nível do mar e várias inundações repentinas “perigosas”, correntes marítimas e tornados.

O Isaías foi o segundo furacão este ano no Atlântico, estatuto que, ainda segundo o NHC, atingirá hoje.

O NHC também apelou aos habitantes que residem na zona prevista da chegada do furacão para se prepararem para o possível embate.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.