O chefe das Operações na Polícia Costeira, Lacustre e Fluvial de Sofala, José Como, adiantou que as crianças morreram quando tomavam banho nas praias da cidade.

As vítimas tinham entre os oito e os 13 anos, acrescentou a fonte.

Para travar as mortes por afogamentos nas praias da província de Sofala, as autoridades acabam de aprovar um plano que inclui a colocação de nadadores salva-vidas, sinalização, entre outras medidas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.