Um estudo recente da Fundação ADOVA e do Instituto de Estatística IPSOS revela que 78% dos Franceses tem o sono interrompido, todas as noites, e passa cerca de 40 minutos antes de voltar a adormecer. Por outro lado, quase metade dessas pessoas já consultou um especialista, para tentar encontrar soluções.

As razões da perturbação do sono podem ser múltiplas. A RFI ouviu as explicações da Dra. Pilar Rente, especialista das questões ligadas ao sono, na Clínica Pilar Rente, em Lisboa.


Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.