O astronauta Al Worden, que voou ao redor da lua como parte da missão Apollo 15, em 1971, morreu durante o sono, disse a sua família. Ele tinha 88 anos.

Worden era coronel da Força Aérea dos EUA quando ingressou na NASA, em 1966, tendo a chance de voar para a lua cinco anos depois.

Ele circulou a lua no módulo de comando, enquanto os astronautas Jim Irwin e David Scott exploravam a superfície.

O seu ponto de destaque na missão foi quando realizou a primeira caminhada espacial no espaço profundo – 322 mil quilómetros acima da Terra – inspecionando o compartimento de instrumentos científicos da nave espacial.

“Al era um herói americano cujas realizações no espaço e na Terra nunca serão esquecidas”, disse o administrador da NASA, Jim Bridenstine, quarta-feira.

Worden descreveu, certa vez, que voar para a lua é como conduzir um carro, apenas com alguma habilidade analítica.

Ele escreveu dois livros sobre a sua missão lunar, um deles para as crianças.

Worden se aposentou da NASA, em 1975, e trabalhou na indústria aeroespacial, mas nunca perdeu o entusiasmo pelo espaço.

Em 2019, ele disse a Kane Farabaugh, da VOA, que estava “muito otimista” sobre o programa espacial americano, expressando que, quer seja em 100 anos ou 10 mil anos, os EUA farão tudo o que quiserem no espaço.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.