Para o corrente ano letivo, foram já selecionados 17 bolseiros provenientes dos países e territórios de língua portuguesa e dos países da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), indicou, em comunicado, a Direção dos Serviços do Ensino Superior.

Entre os estudantes do bloco lusófono, encontram-se jovens provenientes de São Tomé e Príncipe, Moçambique e Guiné-Bissau. Já dos países da ASEAN estão alunos da Malásia, Vietname e Filipinas.

Segundo a mesma nota, os bolseiros foram recomendados pela Universidade de Macau, Instituto Politécnico de Macau (IPM), Instituto de Formação Turística de Macau e Universidade de São José, e estão, neste momento, a frequentar o 1.º ano de um curso de licenciatura.

"No futuro, o Fundo do Ensino Superior continuará a cooperar com as instituições do ensino superior de Macau, promovendo e divulgando as respetivas bolsas de mérito, de modo a atrair mais estudantes excelentes dos países de língua portuguesa e dos países da ASEAN para frequentarem cursos de licenciatura em Macau, promovendo a coesão das diversas culturas", refere-se na mesma nota.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.