Leonilzia disse que o trabalho como costureira vai muito bem, e que a confiança das clientes aumentou.

A jovem, que sonha em tornar-se uma estilista de sucesso, prefere costurar para mulheres, mas também aceita pedidos de roupas masculinas. A clientela é bem variada, dos 11 aos 40 anos.

Leonilzia esforça-se para evoluir todos os dias. Recentemente terminou o seu primeiro vestido de noiva, o qual foi um presente para uma cliente.

Leonilzia adapta suas criações conforme os pedidos que recebe dos seus clientes, criando roupas que podem fazer parte de um desfile de moda chique, como o vestido acima, ou serem usadas em um casamento tradicional, como ilustra a foto abaixo.

Projeto Social

Leonilzia é dona de um salão e uma butique em Maputo e também faz a diferença na sua comunidade. Ela está a trabalhar em um projeto que visa a ajudar jovens que já perderam a esperança na vida, principalmente aqueles que moram em orfanatos.

“Por mim já deveria ter começado. Estou à espera das respostas de algumas pessoas para ajudarem a me deslocar até o sítio onde os orfãos estão”.

Como Leonilzia faz um pouco de tudo, ela quer ensinar culinária e corte costura. A empreendedora explicou que tudo o que os jovens produzirem será vendido por eles, e também ficarão com o lucro.

A intenção é levantar o astral e capacitar, dar um novo rumo e um futuro.

Peça de Leonilzia Emília Manhiça
créditos: VOA

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.