A empresa estatal divulgou no dia 13 de maio em comunicado a abertura de um processo de contratação de consultoria para avaliar as condições técnicas das linhas de transmissão de energia de alta tensão.

A hidroelétrica pretende diagnosticar as condições estruturais das torres e a vida útil dos condutores, entre outros aspetos.

A barragem é a maior da África Austral, com construção iniciada em 1969, ainda no período colonial, e operação a partir de 1977.

O Estado detém 85% das ações da HCB, 7,5% pertencem à Redes Energéticas Nacionais (REN), empresa de transporte de energia de Portugal, e outros 7,5% são ações disponibilizadas na operação de oferta pública de venda (OPV).

A HCB abastece Moçambique, a África do Sul e outros países vizinhos com uma produção anual que tem rondado os 13.700 gigawats (GWh).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.