O concurso é aberto a adolescentes e jovens residentes nos distritos de Malemba, Memba, Muecate Murrupula, Nacala-a-Velha, Mecuburi, Liúpo, Eráti, Mogincual, Ilha de Moçambique e cidade de Nampula (província de Nampula); Inhassungue, Molumbo, Mulevala, Mocubela, Lugela, Namarrói, Gurúè, Gilé, Derre, Mocuba e Quelimane (Província da Zambézia); Chifunde, Marávia, Cahora-Bassa, Mutarara, Tsangano, Moatize, Macanga, Magòé e Cidade de Tete (Província de Tete) e; KaMubukwane e KaMpfumu (Maputo Cidade)

A iniciativa, desenvolvida em parceria com a UNICEF, com a colaboração das Direcções Distritais da Educação, Juventude e Tecnologia, insere-se no projecto “Empoderamento de Adolescentes e Jovens”.

Com este concurso, espera-se incentivar os jovens a trazer à tona a realidade vivida nos seus distritos e ao mesmo tempo, estimular a emergência de novos talentos na área literária, promovendo o aparecimento de ideias para iniciativas sustentáveis de intervenção local que podem traduzir-se em ganhos efectivos de sensibilização pública para a prevenção e resposta à estes males.

Para participar, adolescentes e jovens, dos 12 aos 24 anos de idade, devem partilhar histórias de reflexão, superação, sucesso e mudanças, relacionadas às temáticas do concurso, submetendo-as, até ao dia 20 de Maio, às Secretarias das Escolas ou Coordenações Distritais/Provinciais do Parlamento Juvenil, onde podem igualmente solicitar as fichas de candidatura.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.