Segundo notícia do semanário português "Expresso", o vice-presidente da Venezuela, Elías Jaua, pediu hoje à oposição que respeite a saúde do presidente Hugo Chávez, que anunciou estar a ser tratado em Havana a um cancro, e dezenas de seguidores saíram às ruas da capital.

O jornal cita as palavras de Jaua, que referiu que "Aos nossos adversários pedimos respeito pela saúde do presidente, não pedimos mais". O mesmo dirigente afirmou que no governo há unidade e são aplicadas as orientações e políticas ditadas por Chávez, salientando ainda a vontade do presidente de combater o cancro de que padece.

"Não há tempo para tristeza, mas para a coragem e trabalho", disse Jaua, acrescentando que "o optimismo e esperança do presidente inspira todos, povo e governo, a prosseguir".

O Vice-Presidente venezuelano exortou todos os poderes políticos "a se unirem para a consolidação do Estado democrático", e expressou o seu optimismo em relação à "batalha do presidente".
Chávez submetido a duas operações.

Em mensagem televisiva dirigida, hoje, ao país, Hugo Chávez afirmou que foi submetido a duas intervenções cirúrgicas em Havana, Cuba, durante as quais foi encontrado um tumor com presença de células cancerígenas, estando a receber tratamento.

Logo após este anúncio, dezenas de seguidores de Chávez concentraram-se na principal praça de Caracas.

SAPO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.