Câmara, luz e acção são as três palavras mais ouvidas durante a rodagem dos cerca de 100 filmes de curta-metragem que vão ser exibidos no segundo fórum Kugoma que vai decorrer de 30 de Junho a 11 de Julho, na cidade de Maputo.

A sede do Instituto Nacional de Audiovisual e Cinema (INAC), ou seja a casa do cinema moçambicano, acolheu na noite desta quinta-feira a abertura oficial deste fórum de cinema. A abertura deste fórum foi marcada pela estreia do filme “Apesar da solarenga tarde lá fora”, de autoria de Renato Chagas, que retrata uma história de amor à moda moçambicana.

Ao longo dos 10 dias em que durará o evento, mais de 100 curtas-metragens vão ser exibidas, com o particularidade de algumas sessões terem lugar em salas de cinema improvisadas, como é o caso do campinho do bairro da Mafalala, a terminal da marinha na Katembe, a Escola Nacional de Artes Visuais no bairro do Aeroporto e o campo de Kape Kape no bairro do Chamanculo. O auditório do Centro Cultural Franco-Moçambicano será outro dos palcos deste evento.

Este evento conta com a participação de cineastas estrangeiros que vieram à Maputo apresentar iniciativas similares a estas, tal é o caso do Curta Santos, do Brasil, Portugal Ficção, entre outras iniciativas.

Veja mais informações no blog do fórum

Alfredo Lituri

SAPO Mz

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.