Os alunos oriundos de Cabo Delgado não ficarão de fora! É esta a garantia deixada pela Ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, que assegura a realização de avaliação especial para este grupo de cidadãos.

"Os alunos que não puderam, não podem, e não poderão efectuar os exames finais nos diferentes níveis de ensino, devido à onda de ataques armados em alguns distritos da província de Cabo Delgado serão submetidos a uma avaliação especial", garante a Ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, Conceita Sortane.

A Ministra da Educação e Desenvolvimento Humano falava nesta segunda-feira após acompanhar, na Escola Secundária Eduardo Mondlane, na capital, o início dos exames finais para a 10ª e 12ª classes. Um processo no qual serão submetidos 470 mil alunos em todo o país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.