De acordo com um comunicado divulgado na quarta-feira, as receitas operacionais do grupo desceram para 1,65 mil milhões de dólares (1,49 mil milhões de euros) no período em análise contra 1,71 mil milhões de dólares (1,54 mil milhões de euros) no período homólogo de 2018.

Os dois 'resorts' integrados em Macau, Wynn Palace e Wynn Macau, perderam 132,4 milhões de dólares (120 milhões de euros) e 105,3 milhões de dólares (95 milhões de euros), respectivamente, em relação aos meses de julho a setembro de 2018.

As receitas operacionais do Wynn Palace foram de 598,2 milhões de dólares (540 milhões de euros) no terceiro trimestre de 2019, uma redução de 18,1% em relação aos 730,6 milhões de dólares (660 milhões de euros) no mesmo período de 2018.

Já as receitas operacionais da Wynn Macau foram de 474,3 milhões de dólares (428 milhões de euros) no terceiro trimestre deste ano, menos 18,2% quando comparado com os 579,6 milhões de dólares (523 milhões de euros) em igual período de 2018.

Apesar da diminuição registada, os dois casinos de Macau representam cerca de dois terços (1,07 mil milhões de dólares, ou cerca de 910 milhões de euros) do total das receitas do grupo (1,65 mil milhões de dólares, ou 1,49 mil milhões de euros).

“A redução nas receitas operacionais no Wynn Palace e Wynn Macau foi parcialmente compensada pelas receitas operacionais do Encore Boston Harbor (nos Estados Unidos) de 175,8 milhões de dólares (159 milhões de euros)”, apontou o grupo norte-americano.

No mesmo comunicado, a empresa indicou que os lucros operacionais do grupo diminuíram 113,1 milhões de dólares (102 milhões de euros) no terceiro trimestre do ano, registando 177,8 milhões de dólares (161 milhões de euros). No mesmo trimestre de 2018, esse valor foi de 291 milhões de dólares (263 milhões de euros).

Também o EBITDA (resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) ajustado registou uma quebra de 21,2% no terceiro trimestre deste ano, com 396,9 milhões de dólares (358 milhões de euros).

Os casinos de Macau fecharam o mês de outubro com receitas de 26,443 mil milhões de patacas (2,9 mil milhões de euros), menos 3,2% do que no mesmo mês do ano passado.

Capital mundial do jogo, Macau é o único local na China onde o jogo em casino é legal. Operam no território seis concessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, fundada pelo magnata Stanley Ho, Galaxy, Venetian, Melco Resorts, Wynn e MGM.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.