“A produção progrediu graças a melhorias nas instalações” da mina, refere a empresa australiana.

Cerca de metade da produção acumulada deste ano foi vendida, acrescenta, com 19 quilotoneladas adicionais a aguardar saída no porto de Nacala.

A empresa espera que no quarto trimestre consiga melhorar o escoamento, efectuado através do porto de Nacala, e no qual enfrenta ainda alguns constrangimentos.

A procura por grafite continua consistente, acrescenta, e novos compradores estão a ser sondados.

A Syrah é uma das empresas internacionais que está a explorar grafite no norte do país.

A procura por grafite está em alta a nível mundial por ser um componente usado em baterias, numa altura em que o mercado de automóveis movidos a electricidade e outros produtos eléctricos - como as aeronaves autónomas (drones) está em expansão.