“Vamos assistir à cimeira china-África onde vamos ter oportunidade de passar em revista a relação entre o nosso continente e a China e vamos eventualmente ver a disponibilidade da China em acompanhar o continente relativamente ao financiamento de uma série de projetos que nós temos em carteira”, afirmou José Mário Vaz.

O chefe de Estado guineense falava aos jornalistas momentos antes de viajar para Pequim.

Sobre a Guiné-Bissau, o Presidente disse que há “expectativa” de financiamento de projetos, que vão ser “motores de crescimento” da economia do país.

Os projetos estão relacionados com os setores agrícola, do turismo, pescas, infraestruturas e minérios.

“Mas está tudo em aberto”, disse.

Durante a sua estada na China, José Mário Vaz vai reunir-se com o seu homólogo, Xi Jinping.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.