Portugal estará entre os países que vão enviar expositores ao certame, que vai contar igualmente com Brasil, Alemanha, França, Itália, China, EUA, entre outros, disse o coordenador da FACIM, Jaime Nicols, citado hoje pelo diário Notícias.

"Este ano teremos a estreia em termos de participação da Tailândia, Bielorrússia e Turquia", adiantou Mouzinho Nicols.

Uma outra presença de peso é a dos países da Comunidade dos Países da África Austral (SADC), que estarão todos no evento, disse Mouzinho Nicols.

Em termos de setores, o certame terá uma presença de peso de empresas de hidrocarbonetos, uma das áreas com maior futuro para a economia moçambicana.

A 56.ª edição da FACIM vai realizar-se sob o lema "Moçambique e o Mundo: Alargando o Mercado, Promovendo Investimento e Potenciando Parcerias".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.