A responsável encontra-se, assim, numa boa posição para substituir Christine Lagarde, que está a caminho do Banco Central Europeu, segundo um comunicado do FMI, citado pela AFP.

“O período de apresentação das candidaturas para diretor-geral terminou no dia 06 de setembro. Uma candidata, Kristalina Georgieva, atualmente diretora geral do Banco Mundial e de nacionalidade búlgara confirmou a sua vontade de ser candidata”, segundo o mesmo comunicado.

O Conselho de Administração da instituição vai agora realizar reuniões com a candidata, para uma nomeação que deverá estar concluída até ao dia 04 de outubro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.