Trata-se de quatro projetos comunitários, que incidem na construção de escolas e abertura de furos de água em quatro províncias moçambicanas, de acordo com um comunicado divulgado pela representação diplomática.

No primeiro projeto, orçado em 78 mil dólares, prevê-se a construção de furos de água no Posto Administrativo da Ilha de Moçambique, no distrito da Manhiça, na província de Maputo, sul do país.

O segundo projecto apoia a construção da Escola Primária de Tetereane, no distrito de Cuamba, província de Niassa, norte do país, um empreendimento orçado em 85 mil dólares.

A terceira iniciativa, cujo custo é de 86 mil dólares, prevê a construção de salas de aulas na Escola Primária de Chigodele, no distrito de Vunduzi, na província de Manica.

O último projecto também está ligado à educação, com um custo de 33 mil dólares, e prevê a construção da Escola Profissional Familiar Rural de Micuvúri, na província de Nampula.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.