A queda de 3,22% no preço da energia elétrica no país foi o principal item que puxou a taxa para baixo, com impacto de -0,13 ponto percentual no índice final.

No acumulado do ano, o índice registou 2,60% e, nos últimos 12 meses, a inflação no Brasil ficou em 2,54%.

“Em setembro, estava em vigor a bandeira tarifária vermelha patamar 1 e, em outubro, passou a vigorar a amarela, cujo acréscimo é menor”, explicou o gerente da pesquisa do IBGE, Pedro Kislanov.

“Além disso, houve uma redução nas tarifas residenciais de uma das concessionárias de São Paulo, vigente desde 23 de outubro, e em Brasília e em Goiânia, a partir de 22 de outubro”, acrescentou o pesquisador.

Os preços dos alimentos mantiveram tendência de queda, pelo sexto mês consecutivo enquanto o grupo que contribuiu para a pequena inflação registada em outubro foi o de vestuário, cujos preços subiram 0,63%.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.