A China deve trabalhar com o G20 para 'reequilibrar a economia mundial', defendeu hoje o primeiro-ministro britânico, David Cameron, num discurso na Universidade de Pequim, na véspera da abertura da cimeira de Seul dos 20 países mais desenvolvidos.

'Se a China está pronta a prosseguir com a abertura dos seus mercados e a trabalhar com a Grã-Bretanha e outros países do G20 para reequilibrar a economia mundial e adotar medidas progressivas para internacionalizar a sua moeda, isso contribuirá grandemente para assegurar à economia mundial a estabilidade que necessita para um crescimento forte e duradouro', afirmou.

Cameron falava no último dia da sua visita à China antes de partir para a Coreia do Sul, onde participará na cimeira dos 20 países mais industrializados e emergentes (G20), na quinta e na sexta feira.

SAPO om Lusa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.