Os custos directos e indirectos da obesidade e excesso de peso em crianças e adultos dos EUA ascendem a 215 mil milhões de dólares (cerca de 166,3 mil milhões de euros), um valor próximo de toda a riqueza gerada em Portugal no ano passado, segundo dados de um estudo divulgado terça-feira.

A estimativa, que consta de um estudo publicado pelo Brookings Institute, inclui os gastos de saúde e o impacto na produtividade.

Só em despesas com médicos, as despesas dos adultos ascendem a 147 mil milhões de dólares, enquanto os gastos médicos com crianças afectadas pelo mesmo problema ascendem a 14,3 mil milhões de dólares por ano.

Dinheiro Digital

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.