A chegada de turistas internacionais sofreu um aumento de 7% no primeiro semestre de 2010, segundo um balanço provisório publicado pela Organização Mundial do Turismo, OMT. De acordo com um comunicado da agência da ONU, os dados confirmam uma tendência de recuperação iniciada no último trimestre do ano passado.

O "Barómetro sobre Turismo Mundial" foi apresentado esta quinta-feira, na abertura de um fórum da OMT sobre tendências e perspectivas no sector, na cidade chinesa de Guilin.

O órgão revela que, apesar da recuperação ter sido registada em todas as regiões do mundo, o maior aumento na chegada de turistas foi verificado nos países emergentes.

Ásia e Pacífico, com 14%, e Médio Oriente, com uma subida de 20%, foram as regiões mais beneficiadas.

A vice secretária-geral da OMT, Sandra Carvão, disse à Rádio ONU, de Madrid, que o continente africano registou um crescimento de 7% na chegada de turistas.

"É importante notar que África foi o único continente que em 2009, no meio da crise económica, conseguiu crescer em termos do número de turistas. Ou seja, neste momento, mais do que uma recuperação, há uma confirmação desta tendência positiva que já vem do ano passado", afirmou.

A OMT prevê a continuação da tendência actual de crescimento na área do turismo, mas alerta para alguns riscos, como as elevadas taxas de desemprego e as medidas de austeridade implementadas por muitos países.

A agência destaca também a importância do turismo interno e regional para a sustentabilidade dessa recuperação.

SAPO c/ Expresso das Ilhas

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.