O valor representa um abrandamento face ao trimestre anterior em que a economia cresceu 2,5%, de acordo com o mais recente boletim Contas Nacionais do INE.

O desempenho da actividade económica no segundo trimestre de 2019 é liderado pelo sector terciário, dos serviços, "que cresceu 3.5% com maior destaque para os ramos de transportes, armazenagem, actividades auxiliares dos transportes, informação e comunicações", lê-se no documento.

No período em análise, e apesar de não ter sido o mais dinâmico, "o ramo da agricultura, pecuária, caça, silvicultura, exploração florestal, actividades relacionadas e pesca, foi o que teve maior participação na economia com um peso no PIB de 24.7%".

Segundo os mais recentes dados do INE, a economia nacional cresceu 3,4% em 2018 o que comprara com um crescimento de 3,7% no ano de 2017.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.