Segundo a estimativa do Eurostat, a economia cresceu 2,7% na zona euro e 2,6% na União Europeia no último trimestre de 2017, em termos homólogos, tendo progredido 0,6% face ao trimestre anterior em ambas as zonas.

Os números hoje publicados, em linha com a estimativa preliminar divulgada em 30 de Janeiro passado, confirmam uma ligeira desaceleração do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) europeu entre Outubro e Dezembro, tanto em termos homólogos (no terceiro trimestre de 2017 subira 2,8% em ambas as zonas face ao mesmo período de 2016), como em cadeia (entre Julho e Setembro crescera 0,7% tanto no espaço da moeda única como no conjunto dos 28 Estados-membros face ao segundo trimestre).

Hoje mesmo, o Instituto Nacional de Estatística (INE) anunciou que a economia portuguesa cresceu 2,7% no conjunto de 2017, o que representa então um ritmo de crescimento anual acima da média europeia.

De acordo com a estimativa rápida divulgada hoje pelo INE, tratou-se do ritmo de crescimento anual mais elevado em Portugal desde 2000 e mais 1,2 pontos percentuais do que no ano anterior (1,5% no conjunto de 2016).