Os setores que registaram as maiores quedas entre janeiro e março foram o dos serviços, que caiu 2,3%, o da indústria, que baixou 1,1%, e o da construção, que recuou 1,7%, acrescentou o gabinete de estatística britânico.

Esta é a última estimativa do PIB feita pelo ONS e mostra o impacto no final de março da pandemia da COVID-19 e do confinamento no Reino Unido.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.