O banco central alemão afirma no boletim mensal de abril hoje publicado que "o consumo privado deixou a fase fraca da segunda metade de 2018, que se reflete na subida da faturação do comércio a retalho".

O Bundesbank também sublinha que os consumidores alemães adquiriram automóveis novos depois de terem adiado as compras no outono porque muitos modelos não estavam disponíveis, devido aos atrasos na aplicação das novas regras de emissões e consumo.

Excluindo estes efeitos extraordinários positivos, a tendência conjuntural da economia alemã continua a ser contida, devido à queda da indústria, referem os economistas do Bundesbank.

As novas encomendas para a indústria alemã caíram e a confiança empresarial piorou significativamente, adianta a fonte.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.