O presidente Filipe Nyusi, disse, quarta-feira a noite, que está previsto no mesmo âmbito o “alargamento do número de participantes em funerais para 50 pessoas, exceto quando o motivo do óbito for a Covid-19, bem como a realização de cultos religiosos não excedendo a 50 pessoas”.

A fase seguinte irá abarcará as “atividades de menos risco”, a iniciar a 1 de Setembro, com a “retomada em pleno do ensino técnico profissional; retomada dos cinemas, teatros, casinos e ginásios, escolas de condução e desportos motorizados”, disse Nyusi.

Aulas do secundário e primário sem previsão 

As “atividades de alto risco” serão retomadas a partir de 18 de Outubro, estando previsto o “início das aulas da 12ª classe”.

Nyusi afirmou que o regresso do “ensino secundário, primário e pré-escolar está dependente das condições sanitárias a serem criadas” e da evolução da pandemia no país.

“O mesmo princípio se aplica às modalidades desportivas coletivas”, disse Filipe Nyusi para depois sublinhar que as “barracas e estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas também continuarão encerradas”.

Por outro lado, o presidente moçambicano que, nos próximo dias, será agilizada “a retomada de voos internacionais mediante o cumprimento das medidas preventivas estabelecidas pelo Governo”.

Justificando o novo estado de emergência, que vai até 6 de setembro, Nyusi disse que o mesmo visa “não criar um vazio legal nas medidas de prevenção e controlo da pandemia do novo coronavírus”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.