Eunice Jepkiri Kirwa, que nasceu no Quénia e se naturalizou bareinita, acusou consumo de EPO (eritropoietina) e está suspensa desde 07 de maio deste ano.

A atleta, de 35 anos, conquistou a medalha de prata na maratona dos Jogos Olímpicos Rio2016, competição na qual a Ana Dulce Félix foi 16.ª classificada.

No Brasil, Eunice Jepkiri Kirwa concluiu a maratona olímpica atrás da queniana Jemima Sumgong, medalha de ouro, que foi suspensa por oito anos em janeiro de 2019, por tentativa de obstrução de uma investigação sobre um teste de doping positivo.

Jepkiri Kirwa já admitiu ter infringido a regras e aceitou a sanção.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.