"A Guiné-Bissau está de parabéns, quem saiu vencedor foi a Guiné-Bissau a nossa pátria. Queria felicitar os meus jogadores, isto tudo é obra deles. Neste momento, não tenho muita coisa a dizer. Há empenho e determinação e o querer sempre vencer dos meus jogadores, porque incutimos isso no espírito deles", afirmou Baciro Candé, na conferência de imprensa realizada a seguir ao final do jogo.

A selecção da Guiné-Bissau qualificou-se hoje, pela segunda vez, para a CAN, depois de empatar em casa, no Estádio 24 de Setembro, 2-2 com a selecção moçambicana, na última jornada do grupo K da fase de apuramento.

"Quem semeia colhe e nós semeámos e colhemos. Este era um jogo de alto de risco, sabíamos que Moçambique vinha cá tentar virar o resultado e nós conseguimos, depois dos 90, o resultado que merecíamos", afirmou Baciro Candé, referindo-se ao último golo marcado pela Guiné-Bissau já em tempo de descontos.

Questionado pelos jornalistas sobre quais os objectivos para a CAN2019, que vai decorrer no Egipto, Baciro Candé disse que voltará a falar com os jornalistas no futuro com "cabeça fria, calma e lucidez".

"Acabámos de assistir a um grande espectáculo de futebol, o primeiro passo está dado", salientou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.