“Após os exames efetuados ao nosso jogador Luka Jovic pelos serviços médicos do Real Madrid foi diagnosticada uma fratura extra-articular no osso calcâneo do pé direito”, pode ler-se no comunicado hoje emitido pelo clube.

A lesão foi detetada hoje pelo departamento médico após o jogador se ter deslocado a Valdebebas, centro de treinos do clube, na quinta-feira, para se submeter a testes físicos e clínicos juntamente com os restantes companheiros de equipa.

Jovic, que se encontrava há várias semanas no seu país natal em confinamento devido à crise da covid-19, arrisca uma paragem competitiva de cerca de mês e meio.

A equipa de Zinedine Zidane retomará os treinos na próxima segunda-feira, dia 11 de maio, a partir das 10:00, na cidade desportiva de Valdebebas, mas na última quarta-feira foram sujeitos, tal como os funcionários do clube, a testes da covid-19, conforme exigido pelo protocolo sanitário da Liga para o regresso aos treinos, que se iniciará com uma primeira fase na qual se privilegiará o treino individual.

Os jogadores do Real Madrid regressam à atividade dois meses após a suspensão do campeonato, que ficou a 11 jornadas para o seu final, e ainda com a segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões Europeus frente ao Manchester City por disputar, depois de uma derrota por 3-1 no Santiago Bernabéu, na primeira mão.

De acordo com o protocolo de saúde estabelecido, os jogadores do Real Madrid devem deslocar-se às instalações de Valdebebas com roupas desportivas, máscara e luvas para o início da primeira fase de treino individual.

A equipa de Zinedine Zidane retoma os treinos depois de outras equipas espanholas já o terem feito hoje, como foram os casos do FC Barcelona, do Athletic Bilbao, do Sevilha ou da Real Sociedad, enquanto outras, como o Atlético de Madrid, iniciarão os treinos no sábado.

JEC // NFO

Lusa/fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.