O mercúrio tem estado acima dos 30 graus, com 70% de humidade, mas pode subir até aos 45 !

A maioria dos operários das obras do emirado são trabalhadores asiáticos como lembra Hiba Zayadin, da ong de defesa de direitos humanos Human Rights Watch.

Vimos maratonistas a cair ao chão por causa das condições extremas de calor e de humidade… isso dever-nos-ia lembrar que os trabalhadore estrangeiros trabalham arduamente 12 horas por dia nestas mesmas condições, ou ainda piores.

E a pouca protecção de que beneficiam é uma proibição de trabalhar no verão entre as 11h30 e as 15h… mas isso só diz respeito aos meses mais quentes do ano.”

Por seu lado o diário britânico The Guardian publica um estudo científico de acordo com o qual o calor mata centenas de trabalhadores estrangeiros anualmente nas obras no Qatar, enquanto o emirado fala em “mortos naturais“.


Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.