Não é uma surpresa, mas até agora não passava de especulação. Miguel Cardoso foi despedido do cargo de treinador do FC Nantes, ele que chegou ao clube a 13 de Junho de 2018, há cerca de três meses e meio. Os resultados alcançados não eram os esperados pela direcção que acabou por não deixar mais tempo a Miguel Cardoso para implementar o seu estilo de jogo.

Eis o comunicado difundido pelo FC Nantes:

O Nantes e o treinador Miguel Cardoso decidiram de comum acordo terminar a ligação. O Nantes agradece ao técnico português e à sua equipa o trabalho e a disponibilidade demonstrados“.

Após oito jornadas, o Nantes ocupa o 19° e penúltimo lugar com apenas seis pontos. A equipa do Oeste da França contabiliza um triunfo, tendo vencido por 2-3 na deslocação ao terreno do Estrasburgo. Os antigos pupilos de Miguel Cardoso também alcançaram três empates: 1-1 frente ao Caen, 0-0 frente ao Reims, e 1-1 frente ao Lyon. Por fim houve quatro derrotas: 1-3 frente ao Mónaco, 2-0 frente ao Dijon, 2-1 frente ao Lille, e 1-2 frente ao Nice.

Miguel Cardoso é substituído pelo técnico bósnio Vahid Halilhodzic, que já passou pelo FC Nantes durante a sua carreira de futebolista. Agora aos 66 anos vai dirigir pela primeira vez o clube, ele que já treinou clubes como o Lille, o Paris Saint-Germain e selecções como a Costa do Marfim, a Argélia e o Japão.

Os treinadores portugueses ficam então apenas representados por Leonardo Jardim, técnico do Mónaco, que no entanto tem o mesmo número de pontos que o Nantes, seis, e apenas tem um triunfo que foi na jornada inaugural da Ligue, 1-3 na deslocação ao terreno do… FC Nantes.