Shakhtar Donetsk 3-0 Wolfsburgo (5-1 agg.)

Os guarda-redes das duas equipas (Pyatov - Shakhtar e Casteels - Wolfsburgo) foram os culpados por o resultado ter estado nulo até aos últimos quatro minutos da partida. Já com as duas equipas reduzidas a dez elementos, aos 89 minutos, surgiu o primeiro golo. Junior Moraes fez o 1-0 para o Shakhtar. Dois minutos depois, Solomon fez o 2-0. No pontapé de saída, Moraes roubou a bola e fez 3-0! - Getty Images/AFP/S. Supinksy

Final bizarro

O Wolfsburgo vinha de uma desvantagem de ter sofrido dois golos em casa. Precisava de repetir o feito para igualar ou virar a eliminatória. Pyatov foi evitando o golo alemão que nunca chegou. Se o Wolfsburgo desistiu, foi a partir dos 89 minutos e desistiu... por completo. Com o 1-0 do Shakhtar, os jogadores foram abaixo e em très minutos, sofreram dois golos no pontapé de saída... - picture-alliance/AP Photo/E. Lukatsky

Copenhaga 3-0 Başakşehir (3-1 agg.)

Reviravolta na eliminatória! Logo aos quatro minutos, Jonas Wind fez o 1-0. Já na 2ª parte, o avançado dinamarquês de 21 anos bisou aos 53 minutos, através damarca de grande penalidade. Aos 62 minutos, Falk fez o 3-0 final. Os inéditos campeões turcos fizeram apenas um remate à baliza do Copenhaga e foram esmagados pela equipa dinamarquesa. - picture-alliance/AA/A. Hosbas

Duelo desequilibrado

Jogaço do Copenhaga a contrastar com muita individualidade do Başakşehir, que somada, não deu uma equipa capaz de medir forças com a equipa dinamarquesa. O Başakşehir rematou apenas uma vez enquadrado com a baliza de Johnsson, ao contrário do Copenhaga, que alvejou seis vezes a baliza do Başakşehir, três das quais com êxito. - picture-alliance/AA/A. Hosbas

Manchster United 2 -1 LASK Linz (7-1)

Eliminatória confortável para o United. Depois da goleada por 0-5 conseguida na Áustria, os "red devils" venceram em casa. O LASK até marcou primeiro, por intermédio de Wiesinger, aos 55 minutos. Dois minutos depois, Lingard empatou para o United. Aos 88 minutos, Martial (foto) fez o golo da vitória. - picture-alliance/empics/A. Yates

Sem hipóteses

7-1 na eliminatória diz tudo. O LASK, ainda novo nestas andanças, não teve pernas para acompanhar o poderio do Manchester United. 0-5 em casa e 2-1 em Old Trafford traçam o caminho do LASK para casa. - picture-alliance/PA/M. Rickett

Inter Milão 2-0 Getafe

Jogo muito equilibrado, mas decidido no detalhe da eficácia, onde o Inter não pecou. Aos 33 minutos, Lukaku (foto) abriu o marcador para a equipa de Milão. Na 2ª parte, Molina desperdiçou a melhor oportunidade do Getafe em todo o jogo. Da marca dos 11 metros, nem na baliza acertou. Aos 83 minutos, Eriksen fechou o jogo em 2-0. - Getty Images/AFP/F. Monteforte

Finalização

Inter e Getafe jogaram uma autêntica final. Eliminatória apenas a uma mão, sem hipótese de corrigir o resultado. Em caso de empate, prolongamento ou até penáltis seriam o destino. Mas se uns foram santos, outros foram pecadores. E o Inter Milão foi o santo, ao conseguir fazer dois golos, sorrindo para o penálti falhado aos 76 minutos, que daria o empate ao Getafe. - picture-alliance/AP/I. Fassbender

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.