Moriyasu, de 49 anos, orientava a seleção nipónica de sub-23 desde outubro de 2017 e sucede agora ao compatriota Akira Nishino, que no Mundial viu o Japão ser eliminado nos instantes finais do jogo com a Bélgica (3-2).

O Japão chegou a ter uma vantagem de dois golos e foi no último lance do jogo, em contra-ataque, que a Bélgica consumou a reviravolta, com um golo de Nacer Chadli, aos 90+4.

O novo selecionador, que foi internacional pelo Japão entre 1992 e 1996, iniciou a carreira de treinador nos japoneses do Sanfrecce Hiroshima, tendo passado pelos sub-20 da seleção nipónica antes de rumar aos sub-23.

Esta é a segunda mudança de selecionador levada a cabo pela Federação japonesa em 2018, depois de em abril Nishino ter substituído o bósnio Vahid Halilhodzic, técnico que processou o organismo máximo de futebol nipónico e o seu presidente por ter sido despedido após qualificar a seleção para o Mundial2018.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.