Na rede social Twitter, Donald Trump escreveu na quinta-feira que De Blasio “quer pintar a famosa e bela Quinta Avenida, mesmo em frente da Torre Tower/Tiffany, com uma frase Black Lives Mater em grandes letras amarelas”.

Na sua mensagem, acrescentou: “‘Porcos com roupa. Fritem-nos como Presunto’, referindo-se a matar polícias, é o seu canto. A polícia da cidade de Nova Iorque está furiosa”.

Mas, de facto, este canto não tem sido frequente nos protestos em Nova Iorque e outras cidades desde a morte de George Floyd, um mês antes, às mãos da polícia de Minneapolis.

Os dirigentes da autarquia nova-iorquina anunciaram na quinta-feira que aquela frase iria ser pintada em grandes letras na rua em frente do arranha-céus propriedade de Trump.

“O Presidente é uma desgraça para os valores que prezamos na cidade de Nova Iorque”, afirmou a porta-voz do ‘mayor’ De Blasio, Julia Arredondo. “Ele não pode fugir ou negar a realidade que enfrentamos, pelo que sempre que quiser pôr um pé na que reclama ser a sua cidade, deve ser recordado que ‘Black Lives Matter'”.

De Blasio anunciou no início deste mês que a edilidade iria pintar a frase “Black Lives Mater” em várias ruas e vários locais na cidade.

O anúncio seguiu-se à decisão dos dirigentes de Washington de pintar o ‘slogan’ em enormes letras amarelas na rua conducente à Casa Branca.

Arredondo afirmou que o trabalho vai começar na próxima semana em frente à Torre Trump, que não estava na lista original do município dos locais a pintar.

Trump viveu na torre homónima antes de tomar posse como Presidente dos EUA, mas passou aí pouco tempo desde então. Mudou a residência oficial para o estado da Florida no ano passado, mas a sede empresarial continua a ser em Nova Iorque.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.