A Assembleia Geral da empresa Telecomunicações de Moçambique (TDM SA) designou, esta manhã, Teodato Hunguana para o cargo de Presidente do Conselho de Administração das TDM SA, sucedendo neste posto a Joaquim de Carvalho.

Com efeito, a reunião magna da única empresa de telefonia fixa no país, deliberou a cessação de funções de Joaquim de Carvalho como PCA das TDM SA, “por motivos de serviço e para imprimir uma dinâmica nova nas estratégias e processos empresariais envolvendo a TDM”, segundo indica um comunicado distribuído pela empresa.

Recordar que Teodato Hunguana foi recentemente nomeado Presidente do Conselho de Administração da empresa de telefonia móvel, Mcel.

Na mesma Assembleia Geral, cessou função Mamudo Ibraimo que até então ocupava o cargo de Administrador Delegado das TDM. Para seu cargo foi designado Zainadine Dalsuco.

O comunicado que temos vindo a citar, dá conta ainda que “dentro do mesmo espírito que norteou as decisões com relação à TDM SA, foi também deliberado pela Assembleia-geral da Moçambique Celular (mcel) cessação de funções do Administrador Delegado da mcel o Eng. Salvador Adriano, e nomeou um novo membro para o Conselho de Administração o Eng. Mamudo Ibraimo. Na sequência e em reunião do Conselho de Administração este foi eleito para o cargo de Administrador delegado da mcel”.

Estas mexidas acontecem numa altura em que está em curso o processo para entrada em funcionamento no mercado moçambicano da terceira operadora de telefonia móvel, a Movitel.

SAPO MZ