A intervenção do FMO foi acolhida pelo Tribunal Superior de Justiça da África do Sul, numa resposta datada de 09 de julho, depois de a organização ter submetido um pedido nesse sentido na semana passada, lê-se na resposta do tribunal ao pedido da entidade não governamental moçambicana.

A resposta da justiça sul-africana foi divulgada hoje pelo FMO.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.