O ex-seleccionador português alcançou mais um feito, ao levar o Bunyodokor ao título do campeonato uzbequistanês. Mas a Turquia mostrou interesse em tê-lo à frente da selecção.

“Soube através de um empresário grego que a Turquia quer conversar comigo e eu estou disponível, desde que seja o Jorge [Mendes], meu empresário, a tratar do assunto”, disse Scolari.

O ex-seleccionador  acrescentou que, apesar da disponibilidade, só a terá “ se for para preparar o Euro2012”, admitindo “estudar a situação, mas numa primeira fase, perspectivar o poder conciliar , pois o campeonato no Uzbequistão só termina em Novembro”.

Se aceitar, Scolari volta a estar à frente de uma selecção, depois de ter comando a equipa das quinas de 2003 a 2008 (no Euro2004 e no Mundial de 2008), e de se ter sagrado campeão do Mundo com a selecção do seu país, em 2002, no Mundial da Coreia-Japão.

No entanto, o presidente do clube uzbeque também apresentou uma proposta para renovação até 2012, mas Luiz Felipe Scolari não quer pensar nisso agora.
“Porque o meu filho entra para a universidade no próximo ano e agora quero estar concentrado na formação da minha equipa, pois agora será tudo elaborado por mim e já sei o que pretendo”, afirmou.

 

SAPO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.